PECADORES CONFESSOS...

domingo, 13 de junho de 2010

Esta frase inspirou todo o meu projeto de Mestrado...

Nelson Rodrigues
(1912-1980)

Na idade adulta endei escrevendo peças, romances, crônicas. Mas nem as peças eram dignas de Shakespeare, nem os romances dignos de um Proust. E a verdade, a lamentável verdade, é que eu não encontrava, em toda a minha biografia, nada que surpreendesse o Altíssimo e merecesse Seu espanto. Eis senão quando, de repente, baixa em mim uma luz genial. Alço a fronte e digo: – “Eu promovi, eu consagrei o óbvio!”. Aí está o grande feito de toda a minha vida. O óbvio vivia relegado a uma posiçao secundária ou nula. Fui eu que, com minha pertinácia, arranquei-o da obscuridade, da insignificância.

in: O Óbvio Ululante (1968)

Share/Save/Bookmark

3 comentários:

*Mundo Particular* disse...

OLá!! Obrigada pela visita. Vim pra fazer parte do seu cantinho que , é muito interessante. BjOO!!

Ives disse...

Que nada! Invento os meus contos, mas é claro que cada palavra tem o seu valor pessoal!

Mila disse...

Bela inspiração, pois é uma maravilhosa frase.
Bjs
Mila Lopes

Related Posts with Thumbnails