PECADORES CONFESSOS...

quinta-feira, 29 de abril de 2010

A Pele (e por falar em Lolita...)

Em um lindo dia quente
vinha o lobo descontente
com as garras afiadas,
com a mente esfomeada;
e a boca de saliva
reclamava reativa
pela mata encarcerada;

Em seus olhos desfilava
os rebanhos, as manadas;
e o encanto dos primeiros
era a pele dos cordeiros
cujo cheiro o atiçava;
ah cordeiro, ele pensava
se não fosses um inteiro
me fazia alcoviteiro
para ti me insinuava...

mas enquanto viajava
pela chuva de palavras
eis que surge uma pracinha
e uma linda cordeirinha
que tomava a luz do sol.
e o lobo com seu rol
de escuras fantasias
esquecera a poesia
tamanha visão que tinha...

ah! cordeira inocente
já inundas minha mente
de belos sonhos vis;
os teus risos de anis
teu olhar, bela matreira
mais parece a feiticeira
dos meus tempos infantis...

Pois assim o lobo diz
Tal é a fome infeliz
que habita suas entranhas.
e armado de artimanhas
vai-se o lobo à pronta caça
mas eis que o que o ameaça
é um cordeiro de pele estranha...

...que fumando um chachimbo
do outro lado do limbo
avistara a cordeirinha;
e a caça vira rinha
entre o lobo marqueteiro
e a pele de cordeiro
lã de pura ladainha...

passa o luz do meio dia
e o sol da cordeirinha
já alcança o poente;
mas seus olhos inocentes
veem os lobos acirrados
e o que estava disfarçado
cai no chão inconsciente.

e o lobo então poeta
dera a caça como certa,
que vinha em sua direção;
mas no que lhe estendeu a mão
viu que o sangue lhe escorria
e que a caça lhe sorria
com sua vara de condão.

Ah! ninfa, que desastre!
minha vida tu roubaste
como um sonho destroçado
minha alma, meu pecado
afundado em beleza
só me resta a tristeza
de um amor desencantado. 

Share/Save/Bookmark

Um comentário:

Cacau Loureiro disse...

Amei demais este, humn, mas quero ler mais para saber por que as mulheres pecam! Parabéns pelo blog, gostoso de ver, sentor, adorei a gravura representativa do espaço, beijos meus!

Related Posts with Thumbnails