PECADORES CONFESSOS...

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Espectro


Minha alma torpe, torta, triste
Esfomeada, carente demais
Vive armada, dedo em riste
Malcriada e incapaz

Minha alma manca, sem beleza
Animal sem nome nem olhar
Minha alma acuada gagueja
Tira tudo do lugar

Minha alma atropelada
Prepotente, singular
Incolor e acorrentada
Nunca sai de onde está
Está sempre apaixonada
Como estrela incandescente,
                                                        Impotente e dependente
                                                        Da luz do luar.


By Claudinha

Share/Save/Bookmark

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails