PECADORES CONFESSOS...

terça-feira, 3 de agosto de 2010

HINO A MULHER EMANCIPADA...

Essa música sozinha dava um artigo, expondo um certo tipo de olhar feminino sobre as relações amorosas. A mulher deste clip é independente, resolvida a não se envolver profundamente. E é claro, sexualmente promiscua. Há dois tipos de discursos na musica - um em primeira pessoa, onde a mulher tenta repetidamente dispensar o amante, e outra em terceira pessoa, como um narrador onisciente que fornece a sua visão da personalidade da heroína. Assim, temos uma mulher que assume o seu desejo e o impõe. Escancaradamente inspirada em Madonna, Lady Gaga se supera em se transformar num produto pop. Andy Warhol teria orgulho dela. Mas a musica vale uma análise. Talvez eu escreva uma qualquer dia desses...





(Eu sei que nós somos jovens
E que você pode me amar
Mas eu não posso mais ficar
Assim com você, Alejandro)
 

Ela tem as duas mãos no bolso
E ela não vai olhar para voce
Ela esconde amor de verdade nos bolsos
Ela tem uma luz em volta dos dedos e de você


Voce sabe que eu amo você
Atraente como o México, aproveite
E nesse ponto eu tenho que escolher
Nada a perder


Não chame meu nome
Não chame meu nome, Alejandro
Não sou sua mulher
Não sou sua mulher, Fernando
Não quero beijar, não quero tocar
Só fume um cigarro e vá
Não chame meu nome
Não chame meu nome, Roberto
Alejandro, Alejandro...
(pare, por favor, me deixe ir,
Alejandro, deixe-me ir)


Ela não está magoada, é só um bebê
Mas seu namorado está arrasado, arrasado
Brincou com o fogo que o queima
Agora terá de apagar, apagar o estrago


Não me chateie, não me chateie, Alejandro
Não chame meu nome
Não chame meu nome, adeus, Fernando
Não sou sua mulher
Não sou sua mulher, Alejandro
Não quero beijar
Não quero tocar, Fernando
Share/Save/Bookmark

Um comentário:

MEUS POEMAS disse...

OI QUERIDA, PASSEI PRA DAR UMA LIDA EM SEUS POSTS E TB PARA AGRADECER SUA VISITA, QUE EU ADOREI!
BJSSSSSSSSSSSSSSS
GENA

Related Posts with Thumbnails