PECADORES CONFESSOS...

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

PANDORA



Guardo todos os meus medos
na velha mala
de velhos segredos
mas este cheiro que ela exala,
e este tempo que se cala...
é um intenso velho estado
é o som dos meus pecados
abram, abram velhos espelhos!



Share/Save/Bookmark

8 comentários:

Confissões de uma borboleta disse...

Adoro Pandora, sempre a achei fascinante e desconfio que não faria diferente. Sou assaz curiosa..e abriria aquela maldita carta...Beijos

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Claudinha! Passando para te cumprimentar e apreciar mais uma das tuas belas criações. Adorei.

Beijos,

Furtado.

Amor feito Poesia disse...

A lua de prata
no céu se esconde
As estrelas pingam
lágrimas de saudade
A noite grita
dentro de mim o teu nome

Lou Witt

Feliz noite....Beijos meus! M@ria

Rolando disse...

Oi. Tudo blz? Estive aqui. Gostei. Apareça. por lá. Abraços.

Grafite disse...

belas palavras querida...está lindo!

beijo,
*.*

Tais Luso de Carvalho disse...

Que lindo este poema, Claudinha!

Passando para desejar a você e sua família uma noite de Natal com muito amor e alegria.

Agradeço, também, pela agradável convivência no ano que está se fechando.
Beijos, amiga, meu carinho a você.
Tais Luso

M. Sueli Gallacci disse...

QUERIDÍSSIMOS AMIGOS!!!

Neste final de ano quero desejar a todos vocês uma paz imensa! Saúde transbordante! Dias inundados de conquistas! E um oceano de felicidade!

Obrigada pelas visitas, doces palavras e todo o carinho a mim dedicados nesses meus oito meses de vida blogueira!

Vocês fizeram mais do que enfeitar os meus blogs, fizeram toda a diferença na minha vida!

Amo vocês!
Sueli Gallacci.

Amapola disse...

Querida amiga Claudinha.

Lindo poema... A caixa de Pandora é sempre instigante, curiosa...

Feliz Natal e que seus sonhos sejam abençoados por Deus.

Beijos no coração.

Related Posts with Thumbnails